Variedades   |   Seja sócio  |  Ninhadas  | Criadores  |  Contactos

REGULAMENTO INTERNACIONAL DE CRIAÇÃO DA F.C.I.

Diana de Gianvie - Cr. Pr. Visitacion Echeverria

 

PONTO 4. RESPONSABILIDADE

De acordo com as leis dos diferentes países, a pessoa que aloja e toma conta de um animal é considerada legalmente responsável por qualquer prejuízo causado a terceiros durante esse período.
O dono/agente do macho reprodutor deve tomar isto em consideração quando contratar um seguro pessoal de responsabilidade civil.

Nota: Vem este ponto relembrar um termo de responsabilidade civil, nomeadamente no que pode tocar a algumas raças, possivelmente as consideradas "potencialmente perigosas" entre outras tantas raças, que carecem de um seguro pessoal de responsabilidade civil. Uma vez que qualquer dano provocado a terceiros é de total responsabilidade de quem tem presentemente a posse do exemplar.

Dando por exemplo, uma cadela que esteja na propriedade do macho cobridor, o dono do macho cobridor destraidamente permite que a cadela fique solta e se dirija por exemplo a um grupo de crianças, podendo magoar as mesmas seja de que forma for.
Imagine-se uma cadela de grande porte a meter uma patada mesmo que na brincadeira a uma criança com menos de 8 anos... certamente não será muito agradável.
Neste caso, seja qual for o dano, a total responsabilidade é do dono do macho, ou por outras palavras, quem tinha a cadela em sua posse.

 

(voltar ao menu anterior)

 

Nenhuma parte deste site deverá ser copiada sem a autorização expressa dos responsáveis do Clube             Fundado em 1982             

© 2010 Collie Clube de Portugal ® (CCP Copyright - Todos os direitos reservados)                                                                                                                Webmaster

Variedades   |  Os nossos Collies  | História do CCP  |  Seja nosso sócio  |  Contactos  | Ninhadas  | Exposições  |  Actividades